Bênçãos no Japão
Eduardo Nagai e Luciana Nagai. Echizen, Fukui, Japão.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Os atos da santidade

- A Paz do Senhor preencha a todos os irmãos e irmãs do meu facebook. Deus quer te ensinar uma coisa muito importante hoje, através de sua palavra. Esteja, portanto, pronto para ouvir e ler a sua mensagem.

- "Portanto o santificarás, porquanto oferece o pão do teu Deus; santo será para ti, pois eu, o Senhor que vos santifica, sou santo" (Levítico 21:8)

- Deus nos diz com sua Palavra e também com seu Espírito que nos rodeia o tempo todo. Ele é quem guia o conhecimento e a sabedoria. Irmãos e irmãs. A mensagem de hoje traz uma questão que é essencial na vida de todo o cristão, porém, muitas vezes é negligenciada pelo mesmo. O cristão sabe que deve ser santo, mas poucos se preocupam em sê-lo.

- Ser santo não é ser sem pecado. Não mesmo, porque se esse fosse o sentido de ser santo então ninguém seria santo. Porque todos nós pecamos diariamente. Porém, santidade quer dizer que devemos prestar atenção em nosso atos e evitar o pecado, porque como a Deus falou com Caim antes de pecar: "o pecado jaz em sua porta". Devemos portanto ser justos e corretos diante dos caminhos que seguimos. Sabemos, entretanto, a impossibilidade do homem ser santo.

- Devemos, no entanto, lembrar de dois exemplos: Saul e Davi. O primeiro foi o primeiro rei de Israel. Deus o escolheu e o ungiu através do profeta Samuel. Porém, Saul pecou ao tentar se adiantar e passar a frente do profeta, exercendo a atividade que somente o sacerdote poderia fazer. Um sacrifício. Ele deveria esperar o profeta e fazer o sacrifício da vitória. Mas preocupado com a aproximação dos inimigos, o rei fez o sacrifício. Desobedecendo ao Senhor. Pecou e não se arrependeu.

- Já Davi, foi o seu substituto. Foi o segundo e mais importante rei de Israel. Ele tinha um coração segundo o coração de Deus. Isso não quer dizer que ele em sua vida nunca tenha pecado. Ao contrário, pecou e muito. Ele se encantou com uma mulher que era casada e mandou assassinarem o marido dessa mulher. Quando isso aconteceu se apossou da mulher, se casou e teria um filho. Como o filho é fruto do pecado, então Deus não permitiu que a criança nascesse. Davi, entretanto, se arrependeu e pediu perdão. Taí a diferença do santo e do ímpio.

- O ímpio pecou e não se arrependeu, permanecendo no pecado e vivendo nas trevas. E o santo é aquele que ao pecar se arrepende e deixa o caminho do pecado. Davi tantas as vezes que pecou, arrependeu-se, pedindo perdão ao Senhor. Assim devemos ser nós. Santos. Não no sentido de nunca pecarmos, mas no sentido de ao pecarmos, arrependermos. Fugindo dessa forma dos caminhos do pecado.

- Seja santo, irmãozinhos. E santifique a sua vida. Consagrando-se e se guardando para o Deus dos céus. Para nosso Pai. Obedecendo e observando todos os seus caminhos. Dessa forma, você estará próximo de Deus, e receberá o maior de todos os galardões que Deus está reservando para você: a vida eterna.

- Receba, irmãozinho e irmãzinha, essa Palavra com amor e carinho, que foi assim que eu escrevi. Amém?
Eduardo Nagai
Enviado por Eduardo Nagai em 04/02/2017


Comentários